Contrato de Programa entre ICISMEP e Barão de Cocais vai disputar prêmio estadual de saúde

A cidade mineira Barão de Cocais, está comemorando uma importante marca em sua atual gestão da saúde. É que o município teve um de seus projetos aprovados na primeira fase da seletiva do prêmio Mostra “Brasil Aqui tem SUS” e agora, está concorrendo a nível estadual.

 

A cidade mineira Barão de Cocais, está comemorando uma importante marca em sua atual gestão da saúde. É que o município teve um de seus projetos aprovados na primeira fase da seletiva do prêmio Mostra “Brasil Aqui tem SUS” e agora, está concorrendo a nível estadual.

O projeto em questão que leva o nome “Gestão Serviços Compartilhada, Cooperada e Intersetorial – Barão de Cocais”, mostra os benefícios e a evolução que o município teve, a partir da expansão do atendimento que foi possível, por meio da parceria com o Consócio ICISMP. 

Essa seleção de boas experiências, visa promover iniciativas assertadas de secretarias municiais de saúde. Uma forma de divulgar e promover ações que colocam o cidadão em destaque e melhoram suas vidas, através de um bom serviço público.

Para o prefeito de Barão de Cocais, Décio Geraldo dos Santos, a saúde melhorou muito após a parceria. “Nós conhecemos os consócios em 2021 e fomos a primeira cidade da região a fazer parte dele. Um dos serviços que nos chamou muito a atenção foi o Contrato de Programa, que faz uma gestão compartilhada entre o município e o ICISMEP. Acreditamos muito nessa parceria pois o que vemos na prática uma ampliação significativa na oferte de especialidades para o nosso usuário. Só em 2022, tivemos 208 capacitações do nosso corpo clínico, por meio dessa parceria. Um investimento na base, que torna nosso atendimento melhor tecnicamente e ainda mais humanizado” disse.

- Publicidade -
Ad image

Essa é a experiência que está sendo compartilhada e é uma das favoritas a conquistar o prêmio.  Ainda em conversa com nossa redação, Décio destacou o verdadeiro sentido da parceria, “o complemento com a gestão do ICISMEP não tem nada a ver com terceirização da saúde mas sim, uma ampliação significativa de modo que mais pessoas sejam atendidas e de forma anda melhor”, finalizou.

Compartilhar
Comentar